Chegou o período de safra do café, como se planejar?

Estamos na temporada de colheita da safra do café e, nesse período começam as dúvidas e a maior demanda por um sistema de armazenamento com o melhor custo benefício.

A busca pela opção de armazenagem de maior custo-benefício considera o investimento necessário, a segurança do galpão, a praticidade e a velocidade de construção da estrutura. Na temporada de colheita da safra do café começam as dúvidas e a maior demanda por um sistema de armazenamento com o melhor custo benefício.

O armazenamento do café, em condições inadequadas, é considerado um dos principais fatores determinantes de perdas qualitativas e quantitativas no produto. Alguns cuidados de manejo devem ser observados em função de fenômenos como migração de umidade e condensação de vapor, infestação por insetos, além de outras ocorrências que podem favorecer a deterioração fúngica e contaminação por micotoxinas.

O café pode ser armazenado como café coco ou pergaminho, logo após a secagem e antes do beneficiamento, a granel ou em tulhas, e, como café beneficiado, normalmente acondicionado em sacos de juta, empilhados nos armazéns.

O armazenamento do café em tulhas, logo após a secagem, é necessário para oferecer um período de repouso aos grãos. As tulhas de armazenamento devem ser construídas nas proximidades do terreiro ou dos secadores e ligadas às instalações de beneficiamento. Podem ser feitas de madeira tratada, alvenaria ou com paredes metálicas. A madeira, no entanto, é mais adequada por ser um material mau condutor de calor, reduzindo as variações de temperatura e a possibilidade de condensação de água sobre a massa de grãos.

Mesmo com os avanços tecnológicos experimentados ao longo dos tempos, o armazenamento do café ainda é feito, em quase sua totalidade, em sacarias. O motivo pelo qual essa ainda é uma das práticas mais usadas é o fato do saco de café ser uma unidade armazenadora de fácil manuseio e que se adapta bem ao comércio varejista.

Para armazenar o café em sacaria com nível de qualidade satisfatório, alguns pontos relativos à construção dos armazéns devem ser criteriosamente observados:

  1. A instalação de portas em números e locais tecnicamente escolhidos, de modo a facilitar as operações de carga e descarga;
  2. A instalação de portas frontalmente ou alinhadas em paredes opostas;
  3. Pé-direito com altura mínima de 5 m;
  4. A colocação de aberturas laterais de ventilação;
  5. A utilização de telhas transparentes para melhorar a iluminação natural;

Na Tópico, realizamos projetos especiais de acordo com cada necessidade de adaptação do cliente que, acompanhado de nosso especialista, poderá montar sua estrutura exatamente de acordo com a melhor funcionalidade que precisa.