Home / Primeiro aplicativo para galpões lonados…

Primeiro aplicativo para galpões lonados ganha novas funcionalidades

Lançado há pouco mais de um ano pela Tópico, a solução inédita no mercado ganhou itens como alertas climáticos em tempo real, aberturas de chamados personalizados para setor de manutenção e conversas diretas com a gestão da companhia 

Para aprimorar cada vez mais a experiência com o cliente, a Tópico, líder nacional no segmento de galpões lonados, inovou mais uma vez. Depois de ser pioneira ao lançar o primeiro aplicativo brasileiro para o mercado de galpões flexíveis, a empresa anuncia novas e importantes funcionalidades para o ‘Tópico Galpões’. Agora é possível que empresas recebam alertas climáticos, entrem em contato diretamente com a gestão e abram chamados personalizados para o setor de manutenção. Mais de um ano após o lançamento, o app é ainda o único voltado exclusivamente para o setor. 

“Hoje, o mundo é conectado 24 horas todos os dias e está literalmente na palma das mãos. As novas funcionalidades foram desenvolvidas em parceria com a área de Tecnologia da Informação para atender a uma expectativa do mercado e acreditamos que essa nova jornada do cliente trará um ganho muito grande na interação com cada um deles. As empresas atendidas contarão com ainda mais agilidade e transparência na comunicação direta com a Tópico, seja para abertura de chamados, sugestões ou críticas. Estamos atentos a novas tendências e principalmente as necessidades de nossos clientes. Por este motivo buscamos sempre alternativas inovadoras, seguras, modernas e tecnológicas”, comenta a Gerente de Marketing e Relacionamento da Tópico, Sofia Melnikoff.

Dentre as novidades que chamam atenção está a ferramenta de alertas climáticos: basta a empresa cadastrar no aplicativo todos os galpões instalados para que receba os alertas, em tempo real, sobre a localidade de cada ativo. “É uma função muito importante, pois permite que o cliente consiga se organizar antecipadamente, caso tenha tempestades ou outras grandes intempéries na região”, explica Sofia.

Algo que também ganhou novas alterações foi o canal de comunicação com a Tópico. Agora, o ‘Voz do Cliente’ permite o contato direto com a gestão da empresa, sem precisar passar por outros setores.

Já no item ‘Manutenção’, o aplicativo conquistou melhorias e apresenta duas opções de chamados: personalizada ou formulário. Tudo isso para facilitar e agilizar qualquer demanda dos clientes.

Por fim, é possível solicitar orçamentos, conhecer a história da Tópico e conferir todas as principais informações sobre as filiais da empresa. O aplicativo ‘Tópico Galpões’ está disponível para sistema Android e IOS e pode ser baixado pela Play Store ou Apple Store.

Sobre a Tópico

Fundada há mais de 40 anos, a Tópico é a empresa líder no mercado nacional no segmento de galpões lonados. Com mais de 2,5 milhões de m² instalados, a empresa – que aluga e vende galpões flexíveis – contabiliza mais de 800 empresas em carteira, sendo a maioria indústrias dos mais diversos setores, agronegócio, empresas de logística, infraestrutura e serviços em geral. 

Com fábrica própria e centro de distribuição localizados em Embu das Artes, São Paulo, a empresa também possui filiais estratégicas pelo País: em São Paulo (capital), Contagem (MG), Salvador (BA) e Parauapebas (PA). Em 2014, a Tópico teve seu controle adquirido pelo fundo latino de “Private Equity” Southern Cross Group, presente em seis países. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Blog

Alugar ou comprar um galpão de lona?

A utilização de infraestruturas flexíveis para armazenagem tem sido cada vez

Mesmo diante de projeções otimistas, segmento de fertilizante se mantém…

Ao que tudo indica, as boas expectativas de comercialização de fertilizantes

Armazenagem flexível reduz custos de obras na construção civil

Apesar do ano atípico vivido pela economia global em 2020, a

Receba nossa newsletter