Home / Sustentabilidade: Onde a Economia Compartilhada…

Sustentabilidade: Onde a Economia Compartilhada pode nos levar?

O conceito de sustentabilidade é cada vez mais presente em nossas vidas, seja pela disseminação da cultura do reuso e compartilhamento, seja pela intensificação e maior interesse das pessoas pelo uso de novas tecnologias que permitam trocar informações em tempo real.

É notório o avanço de tecnologias que facilitam e imprimem maior rapidez nas comunicações, além do relevante impacto na educação e na cultura das sociedades. Os aplicativos se multiplicam e, com eles, a conectividade e o acesso à informação em tempo real aproximam as pessoas, permitindo que acessem às mais variadas experiências, e, portanto, oportunidades de fazer melhores escolhas. A eficiência no uso dos mais diversos recursos se intensifica e tornam-se mais aderentes às novas exigências da sociedade.

A sustentabilidade é, portanto, tema da maior relevância para economias, sociedades, pessoas e meio-ambiente. As políticas públicas acompanham essa tendência e as organizações mundiais imprimem pressão ao emprego de práticas que tornem a vida mais sustentável e duradoura.

A Organização das Nações Unias (ONU), por exemplo, criou e divulgou seu guia ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com a proposta de estabelecer ações que possibilitem satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades. O resumo dessas diretrizes é apresentado na tabela abaixo.

Infraestrutura Flexível – Economia Compartilhada e Baixa Geração de Resíduos

O setor de infraestrutura flexível é caracterizado predominantemente pela locação de estruturas que atendem aos mais diversos segmentos e aplicações. Neste contexto, as estruturas modulares que são normalmente fabricadas em aço e com coberturas em lonas vinílicas, podem atender às mais variadas especificidades de aplicações em muitos clientes durante seu ciclo de vida. Os módulos flexíveis podem ser montados e desmontados, ampliados ou reduzidos de tamanho de acordo com as necessidades dinâmicas de sua aplicação.

Além disso, a cadeia desse produto é extremamente limpa e sustentável, uma vez que seus componentes reduzem a necessidade de consumo de recursos à medida que podem ser reutilizados ou reciclados. Adicionalmente, sendo estruturas modulares, ao término da obra, não há resíduos ou desperdícios gerados na implementação das estruturas.

Dessa forma, os produtos característicos do setor de infraestrutura flexível apresentam-se como alternativa às construções de alvenaria em termos de aplicação, além de proporcionar vantagens adicionais em termos de flexibilidade, custos, tempo de implementação e no que tange os aspectos ambientais.

Apenas para que se tenha a dimensão do benefício ambiental do setor de infraestrutura flexível, o resíduo gerado, ao término da obra, é próximo à zero. Enquanto isso, a construção convencional representa quase 10% do PIB mas é responsável por quase 50% da geração de resíduos e de emissão de gás carbônico nacional.

Mas o conceito de sustentabilidade vai muito além do produto. Está também na escolha do processo produtivo, na forma como a empresa se relaciona com colaboradores, clientes, fornecedores e com a sociedade de maneira geral. 

Esses componentes estão presentes no DNA da Tópico e na forma com que ela se posiciona por meio das suas diretrizes ou na maneira como busca, constantemente, inovações sustentáveis de seus produtos e processos.

São mais de 40 anos provando que prosperidade, inovação e sustentabilidade não são apenas conceitos conciliáveis, como também são complementares.

Sobre a Tópico

Líder absoluta no segmento de infraestrutura flexível, a Tópico proporciona mais segurança, economia e flexibilidade para empresas de todos os setores da economia. Acesse nosso site e saiba mais.

Artigo escrito por: Sofia Melnikoff, gerente de Marketing e Relacionamento, e Leonardo Campos, gerente Industrial da Tópico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Blog

Novo túnel de desinfecção combate contaminação por COVID-19

A solução pode ser instalada em qualquer espaço e ainda tem

Armazenagem é peça chave para e-commerce às vésperas da Black…

O mês de novembro chegou e o mercado de e-commerce se

Leonardo Campos ministra curso sobre inovação sustentável na UFMS

Em novembro aconteceu, na Universidade Federal da Mato Grosso do Sul

Receba nossa newsletter