Blog

Home / COMO NÃO PERDER A INTEGRIDADE…

COMO NÃO PERDER A INTEGRIDADE DO FERTILIZANTE ARMAZENADO 

Quando entramos no universo do Agronegócio no Brasil, sabemos que nos inserimos em uma cadeia realmente grande e complexa, com muitos fornecedores, players e tomadores de decisão. Porém, quando falamos da indústria de fertilizantes, abordamos um nicho importante para o sucesso de todo mercado e que tem particularidades extremamente determinantes, principalmente para tornar o preço do produto mais competitivo em um segmento onde qualquer perda pode representar muito no valor final.

Em minha experiência, tanto no Agro, quanto no universo de Infraestrutura Flexível, já passei por momentos de muita oscilação, e hoje, por mais que exista uma predisposição econômica em evoluir, sinto que ainda vivemos uma extrema incerteza no país e isso se reflete no “motor” brasileiro, que é o Agronegócio.

Com isso, tenho visto cada vez mais players do mercado de fertilizantes buscando formas de reduzir suas perdas, preservando a integridade do produto, além de buscar  alternativas ágeis e flexíveis no supply chain, afinal, com a realidade de um produto com o valor agregado baixo, a negociação precisa ser muito boa. Assim como os custos com  armazenagem também precisam ser otimizados, sempre cruzando a melhor solução com o preço mais vantajoso.

E, falando especificamente em soluções de infraestrutura , é comum ver tomadores de decisão optando por caminhos que em um primeiro momento parecem ser vantajosos, mas em médio prazo, se tornam verdadeiras “armadilhas” para a lucratividade da empresa. Por isso, eu tenho muita convicção quando falo que conheço a melhor solução para armazenagem de Fertilizantes, que é a Infraestrutura Flexível em galpão de lona ou de zinco.

  

A Infraestrutura Flexível, que por enquanto ainda é chamada no mercado por diversos outros nomes que não refletem todos os seus atributos (como barracão, galpão de lona, lonado, entre outros termos ) são soluções robustas, além de possuir rápida instalação e a agilidade necessária para se adaptar às variações que as empresas precisam.

Além disso, é uma solução que mantém totalmente a integridade do produto até ser embarcado, seja a granel ou bags, impedindo o contato direto com o solo (o que deixa o produto livre de umidade) , permitindo o espaço necessário para uma estocagem organizada e o correto manuseio para o transporte.

Infelizmente, por uma questão cultural, sei que essa solução nem sempre aparece como a primeira escolha para armazenamento, mas isso mostra falta de conhecimento do mercado, pois, internacionalmente os galpões modulares já são uma realidade há tempos.

Quem conhece já sabe de seus benefícios, mas quem não está familiarizado com a infraestrutura flexível, pode saber mais acompanhando a Tópico ou marcando um café para conversarmos. O que acha? Deixe um comentário em nossas redes sociais  ou entre em contato via mensagem e vamos continuar nossa conversa.

 

 

 

Leonardo Naves, Executivo Comercial da região Centro Oeste, possui MBA em Liderança e Inteligência de Negócio pela Faculdade Unidas de Campinas e graduação em Gestão de Empresas pela Uni Anhanguera, tem mais de 12 anos de experiência na área comercial, com foco em venda e locação de equipamentos industriais.

Blog

LINHA DO TEMPO DA TÓPICO

Uma empresa referência em seu segmento – que atende grandes players

ATENTA AO PRESENTE E DE OLHO NO FUTURO, TÓPICO COMEMORA…

A líder em infraestrutura flexível para cobertura e armazenagem com 65%

LIBERAÇÃO DO FGTS INJETA BILHÕES NA ECONOMIA E VAREJISTAS PRECISAM…

A perspectiva de aumento no consumo espalhou otimismo no segmento varejista.

Receba nossa newsletter