Home / Como funciona a célula de…

Como funciona a célula de sanitização CARE

Em um mundo globalizado no qual os avanços tecnológicos e as demandas cada vez mais exigentes dos consumidores por produtos e serviços que atendam suas especificidades de aplicação, as organizações devem se reinventar continuamente.

Recentemente, o mundo passou a vivenciar uma pandemia sem precedentes, que fez com que as pessoas, comunidades, empresas e organizações repensassem seus comportamentos, processos e maneiras de trabalhar. Coisas que passavam desapercebidas passaram a ser relevantes e os cuidados sanitários ganharam protagonismo neste novo contexto.

A dinâmica de inovação está no DNA da Tópico e, portanto, a empresa está atenta às novas necessidades e tendências em todo o mundo para que possa oferecer as melhores e mais inovadoras soluções.

A célula de oxi-sanitização CARE surge em meio a este contexto – o mundo que se reinventa frente aos recentes impactos causados pelo novo vírus, a mudança de hábitos das pessoas, e a essência característica da Tópico que a trouxe à liderança do mercado nos últimos 40 anos de existência por meio de soluções inovadoras em infraestrutura flexível. 

Atenta às inovações globais e às tratativas empregadas em diversos países do mundo, frente aos novos processos de mitigação e minimização do contágio de doenças causadas por vírus e bactérias, a concepção do túnel apresenta-se como solução relevante à empresas dos mais diversos setores.

A célula de mitigação CARE, foi desenvolvida a partir da parceria entre Tópico e a Hydro Solution, empresa especialista em processos de sanitização. Com estrutura metálica e fechamento em membrana técnica, a solução agrupa, em uma única instalação, um conjunto poderoso de agentes desinfetantes compostos de moléculas de ozônio e de radicais hidroxila em uma atmosfera nebulizada. As nano partículas ozonizadas entram em contato as superfícies proporcionando uma rápida desinfecção.

O sistema de sanitização com ozônio líquido permite higienizar em pouco tempo o ambiente. O ozônio é gerado a partir do ar atmosférico na forma gasosa e é em seguida solubilizado em uma névoa com a umidade relativa do ar controlada no ambiente. Nessa condição, grande parte do ozônio se transforma em radical hidroxila, que não é prejudicial ao ser humano mas tem um grande poder desinfetante, penetrando profundamente em todos tecidos e destruindo todos os microrganismos com o qual entrar em contato.

Figura 1: Representação das moléculas de ozônio de radical hidroxila

Assim, o ozônio nebulizado, pode, em pouco tempo, abater ácaros, vírus, insetos, bactérias, esporos e bolor de forma absolutamente natural, sem o uso de detergentes e sem liberar substâncias nocivas ao homem ou ao meio ambiente. 

Como bactericida, é 3125 vezes mais reativo do que o cloro em condições iguais de ambiente, com uma taxa de abate de vírus e bactérias superior a 99,98%.

Como vantagem adicional, o funcionamento da célula de oxi-sanitização CARE, depende apenas de um ponto de energia e de água para funcionar. Portanto, não são necessários suprimentos adicionais que requeiram abastecimento e custos extras.

Seguindo este mesmo conceito, a Tópico lança uma linha denominada CARE Market voltada exclusivamente à sanitização de produtos e carrinhos de supermercados, hortifrútis e similares. Mais uma solução pensada para oferecer conforto, comodidade e tranquilidade a clientes e à população de maneira geral.

Figura 3: Túnel de Oxi-sanitização CARE MARKET

Sobre a Tópico

Líder absoluta no segmento de infraestrutura flexível, há mais de 40 anos a Tópico proporciona mais segurança, economia e flexibilidade para empresas de todos os setores da economia. Acesse nosso site e saiba mais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Blog

Leonardo Campos ministra curso sobre inovação sustentável na UFMS

Em novembro aconteceu, na Universidade Federal da Mato Grosso do Sul

Armazenagem flexível reduz custos de obras na construção civil

Apesar do ano atípico vivido pela economia global em 2020, a

Relatório de Atividades da Tópico: sustentabilidade precisa fazer parte da…

Diante de tantas mudanças ambientais, comportamentais e sociais nos últimos meses,

Receba nossa newsletter