Como lidar com armazenagem em um e-commerce?

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, houve um aumento de 12% na movimentação do e-commerce desde o ano passado, porém, a logística dos produtos ainda é um fator preocupante para o negócio.

A logística pela definição do Council of Logistics Management (Conselho de Gestão de Logística) é:

“Logística é a parte do gerenciamento da cadeia de abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de matérias-primas, materiais semi-acabados e produtos acabados, bem como as informações a eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências dos clientes. ”

Para o cliente, fatores como atraso na entrega e falta de estoque costumam ser decisivos ao escolher um e-commerce para fazer suas compras. Para que a sua empresa não seja afetada negativamente por estes dois fatores, um sistema logístico bem definido e organizado é de suma importância.

Atualmente, a armazenagem de produtos contempla 21,5% dos gastos das empresas de e-commerce, atrás dos 58% gastos com frete. Os 20,5% restantes são gastos com o manuseio dos produtos. Não há uma regra para o estoque ideal, é preciso analisar o espaço físico, o porte do negócio, o nº de funcionários e também considerar os imprevistos, como mercadoria defeituosa, trocas e devoluções.

Para que a sua empresa consiga manejar de forma correta o negócio e eliminar custos, realizar a locação de um galpão modular de alta eficiência é essencial, pois facilita a logística do estoque e consequentemente aumenta a competitividade, uma vez que o produto está pronto para ser despachado.